O que te Impede de Mudar e Crescer?

A resistência e a resiliência influenciam suas finanças e o seu futuro

“Para ter sucesso financeiro e qualidade de vida é preciso planejamento, para o fracasso não”, e percebo claramente que a resistência é o fator principal que impede as pessoas de tomarem atitude necessária para mudar. Mas fique tranquilo, a culpa é das crenças limitantes e dos pensamentos de manada que foram incutidos na sua cabeça desde criança. Existem vários exemplos de crenças limitantes que, de certa forma, praticamos no nosso dia a dia, sem sequer nos darmos conta. Fazemos muitas coisas sem saber o motivo, sem saber o porquê, tipo quando você corta a tampinha pepino do mesmo e o esfrega. Qual o motivo disso? “Minha avó dizia que era para tirar o veneno”. Outra: “Isso não é para o seu bico”, quer dizer que jamais a pessoa terá chances de progredir na vida? E a outra: “Fulano é podre de rico” – então eu jamais vou querer ficar rico, porque podre é uma coisa ruim, ou ainda “guarde dinheiro para dias ruins” – então só devo guardar dinheiro para desgraças, e para curtir a minha vida com qualidade de vida não?

Apenas 4% dos brasileiros terem reserva financeira (*)

Pois é, até mesmo eu que atuo na área financeira a mais de 20 anos me assustei com o resultado dessa pesquisa, mas de fato o brasileiro não tem o habito de salvar dinheiro, de investir, de pensar no dia de amanhã, garantir o futuro com qualidade de vida. Dia desses atendi um casal cheio de dívidas, e eles queriam uma solução rápida e imediata para resolver o problema. Eles queriam entrar com uma ação revisional de juros com o banco, queriam reduzir os juros abusivos. Após uma entrevista detalhada com o casal, fui puxando a linha do tempo, para entender o porque, como e quando essas dívidas começaram. Bem, as dívidas começaram a mais de 10 anos atrás, e desde então o casal vem pagando juros abusivos no cheque especial, pagando o mínimo no cartão de crédito, e ainda seguiram o conselho que alguns economistas renomados dão na Tv incentivando a pessoa a “trocar dívida cara por dívida mais barata”, e com isso acumularam mais três empréstimos consignados de 96 meses, ou se você preferir 8 anos, pagando dívidas. Nunca tentaram algo diferente, sempre optaram mais fácil, ao menos no ponto de vista deles. Essas crenças limitantes e pensamentos de manada vão gerando uma resistência a mudanças, e “a resistência prolonga ao máximo a implantação de mudança”(**), e os aspectos negativos da resistência(e todos eles ligados a emoção) são:

Demora em implementar mudanças;
Dificuldade em lidar com ideias diferentes;
Falta de envolvimento emocional com novos projetos;
Sentimento de ofensa por qualquer posição diferente à sua.

Provei a eles por vários motivos que uma ação revisional de juros não era a melhor coisa a ser feita, pelo contrário, no caso deles, seria um sério complicador, e que o melhor a ser feito seria a Gestão Financeira, através da qual, estaríamos corrigindo os erros financeiros do casal, e mostrando que é possível viver o presente sem restrições, garantindo porém o futuro do casal, sugeri um planejamento financeiro consistente, com produção de reservas financeiras suficientes para quitarmos as dívidas de forma antecipada e com excelentes descontos. Bem, o esposo de pronto falou, “mas não é isso que estamos buscando” – mostrando a sua resistência em mudar algo que vem prejudicando e impedindo o casal de crescer. Já ela por outro lado muito mais sensata, disse “é exatamente isso que estamos precisando, pois se tivéssemos buscado ajuda antes não estaríamos na situação que estamos hoje” – mostrando resiliência, a propósito, você sabe o que é resiliência?

Segundo o Wikipedia – A resiliência é a capacidade de o indivíduo lidar com problemas, adaptar-se a mudanças, superar obstáculos ou resistir à pressão de situações adversas – choque, estresse etc. – sem entrar em surto psicológico, emocional ou físico, por encontrar soluções estratégicas para enfrentar e superar as adversidades. São ainda pontos inerentes da resiliência a Administração de emoções, com a habilidade de manter-se serenos diante de uma situação de adversidade e estresse, como também Controle dos impulsos, não se não se deixando levar impulsivamente pela experiência de uma emoção, fatores esse que influenciam diretamente suas decisões financeiras. Já o Otimismo também faz parte esse contesto, pois é ele que propicia a vontade da mudança. Já a Análise do ambiente nos permite identificar precisamente as causas dos problemas e das adversidades presentes no ambiente. Essa possibilidade habilita a pessoa a se colocar em um lugar mais seguro ao invés de se posicionar em situação de risco.

Esse conceito da resistência e da Resiliência na área financeira está permeado tanto no ambiente familiar como também no meio empresarial. Muitos empresários preferem persistir no erro, do que mudar. A maioria das empresas que me procuram persistiram em decisões financeiras erradas por longos anos, e só procuram ajuda quando não sabem mais o que fazer.

Para solucionar problemas como esses criamos o Programa de Gestão Financeira, onde tudo começa por um curso de finanças, onde despertamos a inteligência financeira nas pessoas, e na sequência acontecem as clínicas financeiras, onde colocamos em pratica todos os conceitos do curso. As pessoas tem muita dificuldade com a mudança, por isso desenvolvi um programa onde literalmente pego nas mãos dos clientes e os conduzo para a mudança financeira definitiva em suas vidas.

Apague as crenças limitantes, os pensamentos de manada, reprograme a sua mente, pratique a resiliência e resgate sua saúde financeira.

(*)Banco Mundial
(**)Livro: Resistência e Resiliência – Como empreender mudanças em um ambiente difícil sem perder a motivação – Autor Guilherme de Amorin Ávilla Gimenez – Editora Garimpo.

Compartilhar